WAY

30 nov

Andrea Palladio e Os Quatro Livros da Arquitetura

Erudito, humanista, arquiteto: há 504 anos nascia Andrea Palladio, o autor de uma das mais importantes obras da arquitetura moderna: I Quattro Libri dell`Arquitettura. Ricos em ilustrações, os quatro volumes reúnem uma análise do próprio trabalho de Palladio, suas pesquisas sobre a arquitetura clássica, as ordens arquitetônicas, as edificações domésticas e públicas, o urbanismo e a construção sacra.

A obra se tornou uma referência por introduzir um sistema de ilustração arquitetônica que fornecia uma grande quantidade de informações exatas, incluindo vistas múltiplas e detalhes em separado. A abordagem era objetiva, tornando o entendimento mais fácil.

Sua obra prática incluiu igrejas, palácios e palacetes urbanos, porém o seu trabalho nas Villas foi o que mais contribuiu para sua fama. A maioria se encontra na região do Vêneto, em fazendas, reunindo na mesma estrutura as funções de administrar, descansar e se divertir. Um conjunto de suas 47 Villas rurais hoje pertence ao Patrimônio Mundial, conforme declarado pela Unesco.

Seguindo os conceitos de Vitrúvio, arquiteto do qual era seguidor e tradutor da obra, Palladio defendia que o arquiteto deveria extrair da obra solidez, utilidade e beleza. Baseado na espessura das paredes, ele calculava as dimensões da casa aplicando proporções derivadas de consonâncias musicais, distribuindo os aposentos de acordo com coordenadas modulares. Sua característica mais imitada foi o uso consistente do frontão do templo grego como cobertura de um pórtico.

Palladio faleceu em 19 de agosto de 1580, deixando um legado intelectual e concreto que ainda hoje influencia arquitetos e urbanistas.

Postado por admin às 22h24

Deixe seu comentário

Comentario
*

Nenhum Comentário